Brasil

31 de dezembro de 2016 - 9h10

Senador russo: 'Jogo sujo em torno da Síria não acabou'


Sírio levanta bandeira do país em meio a destroços no centro de Alepo Sírio levanta bandeira do país em meio a destroços no centro de Alepo
O grupo se manifestou contra o cessar-fogo sob pressão das forças hostis ao processo de paz na Síria, acredita Puchkov.

Anteriormente foi divulgado que o grupo oposicionista Ahrar al-Sham declarou que tem uma série de dúvidas quanto ao acordo sobre o cessar-fogo e o reinício das negociações e que foi por isso que não assinou o acordo.

"Sob influência de forças e países hostis ao processo de paz na Síria o Ahrar al-Sham se manifestou contra o cessar-fogo. O jogo sujo em torno da Síria não acabou", escreveu Puchkov na sua página de Twitter.

Na quinta-feira (29), o Ministério da Defesa russo publicou a lista dos grupos armados na Síria que se juntaram ao acordo de cessar-fogo.

A lista inclui o Faylaq al-Sham, Ahrar al-Sham, Jaish al-Islam, Suvar al-Sham, Jaish al-Mujahiddin, Jaish Ildib e Jabhat al-Shamyah.

Mais cedo, o presidente russo Vladimir Putin anunciou a obtenção de um entendimento sobre a trégua na Síria e a prontidão para começar as negociações de paz.

Ao todo já foram assinados três documentos: entre o governo sírio e a oposição armada sobre o cessar-fogo no território da Síria, sobre o conjunto de medidas de controle da trégua e sobre a intensão para iniciar conversações de paz para a resolução da situação na Síria.


Fonte: Sputnik

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais