Brasil

4 de dezembro de 2015 - 18h23

Bancada do PCdoB aponta ilegalidade no pedido de impeachment


Presidenta do PCdoB, deputada Luciana Santos Presidenta do PCdoB, deputada Luciana Santos
A líder do PCdoB na Câmara, deputada Jandira Feghali (RJ), que será titular na Comissão Especial responsável por analisar o pedido de impeachment, advertiu: “Trata-se de revanchismo, pois não há fato determinado para justificar um pedido de afastamento da presidenta Dilma Rousseff”. Para Jandira Feghali, o pedido transcorre fora da legalidade já que não há rito definido em casos desta natureza.

O PCdoB ingressou no Supremo com uma arguição por descumprimento de preceito fundamental (ADPF) para que as regras no processo de impedimento fiquem claras. A ação foi repassada ao ministro Luiz Edson Fachin, que solicitou informações à Advocacia Geral da União (AGU), à Procuradoria Geral da República (PGR) e ao Congresso. Entenda o caso.

Parlamentares comunistas destacam que a iniciativa do presidente da Câmara não tem base legal.

Ouça a reportagem abaixo:



Bancada aponta ilegalidade no pedido de impeachment


Fonte: Radioagência PCdoB na Câmara

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais