8 de outubro de 2015 - 14h13

TCU mudou entendimento e fez julgamento político, dizem deputados 


Agência Câmara
   
A parlamentar lembrou que, durante o governo do PSDB, o atraso no repasse de pagamento de programa sociais aos bancos públicos - principal argumento para a decisão do TCU -, aconteceu sem nenhum questionamento. 

"Ningém da oposição fala que Fernando Henrique Cardoso fez a mesma coisa e que suas contas não foram questionadas, porque esta era a regra. O que isso quer dizer? Que foi um julgamento político", avaliou.

"Então nós não podemos aqui fazer uma análise técnica, porque todo mundo sabe que não teve pedalada coisa nenhuma, que não houve irregularidade. O julgamento foi político e, como julgamento político, nós não devemos dar aqui a relevância que alguns querem dar", disse, lembrando que o TCU é apenas um órgão auxiliar do poder Legislativo, este sim responsável por aprovar ou não as contas do governo.

O deputado Rubens Pereira Jr, do PCdoB do Maranhão, foi na mesma linha e destacou que o tribunal de contas mudou de posicionamento, em relação à prática adotada nas gestões tucanas. "O TCU tinha uma manifestação clara e inequívoca de que este tipo de procedimento não de tratava de pedalada e tampouco era crime. Então quando há uma mudança de entendimento, certamente causa muitas surpresas", declarou.

Ouça na Rádio Vermelho, reportagem de Christiane Peres: 


 TCU mudou entendimento e fez julgamento político, dizem deputados


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais