Cultura

28 de agosto de 2015 - 16h57

A sociedade norte-americana em quatorze filmes


Divulgação
Cena do filme <i>O Lobo de Wall Street</i> Cena do filme O Lobo de Wall Street
Preparamos uma lista com 14 filmes, muitos deles renomados no cinema mundial, como O Poderoso Chefão e Apocalypse Now, de Francis Ford Coppola; Django Livre, de Quentin Tarantino; A Cor Púrpura, de Steven Spilberg; O Lobo de Wall Street e Cassino, de Martin Scorsese, Malcolm X, de Spike Lee, As Vinhas da Ira, baseado na obra de Steinbek com o mesmo nome, entre outros.

Veja a lista completa: 

Apocalypse Now

Filme de Guerra dirigido por Francis Ford Coppola, lançado em 1979. Estrelado por Marlon Brando, Robert Duvall e Martin Sheen, o filme sobre a Guerra do Vietnã traz a história do oficial de Operações Especiais do Exército dos Estados Unidos, Capitão Benjamin L. Willard, que tem a missão de matar o Coronel Walter E. Kurtz. A crítica analisa se o filme é pró ou anti-guerra, devido a suas imagens de destruição da natureza, brutalidade sem propósito e supremacia norte-americana, além dos efeitos que a guerra é capaz de causar na mente humana.
 

Mississipi em chamas

Dirigido por Alan Parker, com roteiro de Chris Gerolmo, o filme foi lançado em 1988. Traz a história da investigação que dois agentes da Agência Federal de Investigações fizeram no estado sobre a atuação de três ativistas dos direitos civis.


As Vinhas da Ira
 
Baseado na obra de mesmo nome de John Steinbeck, o filme dirigido por John Ford conta a história de uma família de pequenos agricultores que atravessam o país em busca de melhores condições de vida depois de terem sido expulsos de suas terras em Oklahoma, durante a crise de 1929. Ocupa o sétimo lugar na lista de 2006 do American Film Institute entre os filmes mais inspiradores.

 

O Lobo de Wall Street

Lançado em 2003, sob a direção de Martin Scorsese, o filme é baseado nas memórias de Jordan Belfort, um best-seller que leva o mesmo nome. Traz a história de um corretor de títulos de Nova York que dirige uma firma responsável por fraudes de seguro e corrupção em Wall Street. Um excelente retrato dos yuppies dos anos 90, a obra mostra, de forma caricata, toda a vida baseada em trabalho movido a cocaína para sustentar os luxos exacerbados destes jovens individualistas aficionados por status e consumo.


Norma Rae


Drama biográfico lançado em 1979 sob a direção de Martin Ritt. O filme mostra os desafios enfrentados pelos trabalhadores norte-americanos para travar lutas organizadas por meio de sindicatos. É a história de uma jovem operária, Norma Rae, que se torna amiga de um dirigente cujo objetivo é organizar os trabalhadores da fábrica onde ela trabalha em um sindicato.
 

Django Livre

O maior sucesso de bilheteria de toda a carreira do diretor Quentin Tarantino até hoje, o filme conta a história de um escravo norte-americano comprado por um caçador de recompensas que o liberta, depois de cumprirem uma missão. A partir disso tornam-se amigos e Django parte em busca de sua esposa, Broomhilda, que pertence a um fazendeiro poderoso e cruel. Com a obra, Tarantino recebeu seu segundo Oscar de Melhor Roteiro Original, a primeira foi em 1995 com Pulp Fiction.


O Poderoso Chefão 2


O clássico de Francis Ford Coppola conta com três filmes. O segundo recebeu onze indicações ao Oscar e ganhou em seis categorias, entre elas Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator Coadjuvante (Robert de Niro) e Melhor Roteiro Adaptado. O roteiro de todo o conjunto da obra é baseado no romance de Mario Puzo. A história de O Poderoso Chefão parte 2 é contada por duas perspectivas diferentes paralelamente. A primeira traz a continuação de O Poderoso Chefão, com a máfia Corleone mais poderosa e pronta para expandir seu império e a segunda faz uma retrospectiva de toda a infância e juventude de Vito Andolini, mais conhecido como Don Vito Corleone, o poderoso chefão.
 

Pequeno Grande Homem

Um faroeste dos anos 70 dirigido por Arthur Penn. O filme mostra o Velho Oeste de forma respeitosa com a cultura ameríndia dos chayenne e inova ao trazer um índio homossexual. O roteiro é baseado em uma novela de 1964, sobre um nativo norte-americano conhecido como Little Big Man (Pequeno grande homem).


Sem Destino
 
A obra de 1969 produzido por Peter Fonda e dirigido por Dennis Hopper é um marco da filmografia de contracultura e símbolo de uma geração. A história de dois motociclistas atravessam os Estados Unidos em busca da “liberdade pessoal”, explorou paisagens sociais e tenções do país na década de 60, como a ascensão e queda do movimento hippie e o uso de drogas.


O Senhor das Armas

Lançado em 2005, o filme de guerra policial americano foi escrito, produzido e dirigido por Andrew Niccol e co-produzido e estrelado por Nicolas Cage. Trata-se da história de um traficante de armas ilegais. A Anistia Internacional aprovou o filme para destacar o tráfico de armas por parte da indústria internacional.


A Cor Púrpura
 
Um clássico do cinema norte-americano baeado na obra da afro-americana Alice Walker e dirigido por Steven Spilberg, que trata sobre questões de discriminação de gênero, racial e abuso sexual. O enredo se passa no início do século 19 com a história de Celie, uma jovem que aos 14 anos foi violentada pelo pai e deu à luz duas crianças, separadas dela logo no nascimento. Criada como escrava e “companheira” de um fazendeiro, a protagonista enfrenta desafios e humilhações até ter contato com pessoas que a ajudam a descobrir sua personalidade brilhante e seu valor.


Os Panteras Negras
A obra dirigida por Mario Van Peebles conta a história do partido Panteras Negras, fundado com o objetivo de proteger os negros de ações violentas e arbitrárias da polícia local. A organização passa a conscientizar a população soabre seus direitos e enfrenta o racismo e o preconceito de classe, de forma que os brancos da região passam a se sentir “ameaçados” com tanta independência.


Malcolm X

Lançado em 1992 sob a direção de Spike Lee, o drama biográfico conta a história do ativista afro-americano Malcolm X. Estrelado por Denzel Washington, o filme conta com a participação especial do co-fundador do Partido dos Panteras Negras, Bobby Seale, do reverendo Al Sharpton e de Nelson Mandela.
 

Cassino

Outro clássico dirigido por Martin Scorsese, baseado no livro de mesmo nome de Nicholas Pileggi, que co-escreveu o roteiro. A obra destrincha o esquema da máfia de jogos dos Estados Unidos, a vida luxuosa e extravagante dos líderes do crime organizado e as consequências destas escolhas.



Do Portal Vermelho, Mariana Serafini

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais