Mundo

3 de outubro de 2014 - 14h23

Suécia reconhece a Palestina como um Estado independente


Abu Mustafa / Reuters
   
A solução requer "o reconhecimento mútuo e a convivência pacífica. Assim, a Suécia reconheceu o Estado da Palestina", disse o primeiro-ministro.

Se a Suécia confirmar esta iniciativa se tornará o primeiro país europeu com peso importante no velho continente a reconhecer o direito dos palestinos que foram privados pela ocupação de seu território por parte do regime israelense.

A decisão da Suécia provavelmente não será bem recebida pelo regime de Israel, pelos Estados Unidos e pela União Europeia (UE).

Estados Unidos e UE defendem que um Estado palestino independente só deve vir através de um processo de negociação, enquanto os palestinos rejeitaram esta iniciativa, considerando a Palestina um país soberano e independente que tem sido ocupado pelo regime de Tel Aviv.

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (AGNU) adotou o reconhecimento de fato do Estado soberano da Palestina em 2012, mas a UE e a maioria dos países do bloqueio, não queriam fazer esse reconhecimento oficial.

Dentro da UE, alguns países, como a Hungria, a Polónia e a Eslováquia reconhecem a Palestina, mas eles fizeram antes de entrar para o bloco de 28 membros.

Fonte: Hispan TV



  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais