Cultura

23 de setembro de 2014 - 15h59

Morre, aos 90 anos, o escultor pernambucano Abelardo da Hora


Reprodução
Morreu nesta terça-feira (23) o ceramista, escultor, pintor e desenhista Abelardo da Hora Morreu nesta terça-feira (23) o ceramista, escultor, pintor e desenhista Abelardo da Hora
Recentemente o Portal Vermelho publicou um artigo de Urariano Mota sobre Abelardo da Hora, em 30 de julho deste ano, data da publicação, o ceramista que estava a um dia de fazer aniversário ainda não apresentava problemas de saúde. O artigo tratava justamente disso, um Abelardo da Hora, no auge de seus 90 anos, em pleno exercício artístico, trabalhava todos os dias, em sua casa, na Rua do Sossego no Recife.

Porém, a relação do Portal Vermelho com Abelardo não é recente, ele foi o primeiro entrevistado do portal quando inauguramos nosso espaço cultural em novembro de 2010. Na época, o responsável pela entrevista foi também nosso colaborador Urariano Mota. Na ocasião eles conversaram sobre o início da carreira do ceramista, sua militância política, as prisões que sofreu por defender uma ideologia durante a ditadura militar, a atuação dele no Partido Comunista do Brasil, e sua obra que ele dizia ser feita “com amor e solidariedade”.

Urariano, em seus textos, gosta de destacar os detalhes da casa de Abelardo, um lugar que ele costuma chamar de “templo das convicções levantadas” ao ressaltar o fato de que o ceramista teve a alegria de viver em meio ao mundo que ele mesmo criou.

“Senso de humor de criança”, “alegria de criar que não o abandona”, “Adão da arte brasileira”, são algumas das formas encontradas por Urariano para apresentar Abelardo aos leitores. O comunista que permaneceu vivo sem ter saído de Pernambuco, quando todo o Comitê Estadual do partido foi assassinado. Não se explica porque foram “civilizados” com Abelardo, mas Dona Margarida, esposa do artista, dizia ter medo da luta anti-imperialista do marido.

Veja a entrevista feito por Urariano Mota com Abelaro da Hora em 2007 e publicada no Portal Vermelho em 2010. Leia também o artigo recente de Urariano Mota publicado à véspera do aniversário de 90 anos do ceramista.

Abelardo da Hora, sempre da hora
Diálogo literário: Abelardo da Hora, Abelardo de toda a gente


Por Mariana Serafini, da redação do Portal Vermelho


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais