Mídia

6 de janeiro de 2011 - 19h59

Ipea lança em SP livro sobre comunicação e telecomunicações


O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e a Federação Brasileira das Associações Científicas e Acadêmicas de Comunicação (Socicom) lançam na terça-feira, 11, às 8h30, a obra Panorama Brasileiro da Comunicação e das Telecomunicações. A pesquisa, uma iniciativa inédita no Brasil, será lançada no escritório da Presidência da República em São Paulo (Avenida Paulista, 2.163, 17º andar), com a participação do presidente do Ipea, Marcio Pochmann, e do presidente da Socicom, José Marques de Melo.

A obra traça um panorama do setor de comunicação e telecomunicações, estratégico para o País, que, apesar de ser muito debatido, não é objeto de muitas pesquisas por parte dos órgãos de estado. Nos três volumes do livro, foram reunidas diferentes dimensões que se complementam e ajudam na elaboração de futuras políticas públicas para o País. O estudo conta com a participação de pesquisadores renomados da comunicação no Brasil. Mestres e doutores de várias partes do País foram selecionados por meio de chamada pública para participar da pesquisa.

O primeiro volume é dividido em duas partes. A primeira traz o estudo das tendências nas telecomunicações e reúne artigos escritos exclusivamente para o livro, além de textos publicados originalmente na edição especial do Boletim Radar, do Ipea, sobre telecomunicações. A segunda parte traz artigos que oferecem um panorama das indústrias criativas e de conteúdos.

O segundo volume da obra é dedicado a resgatar a memória das associações científicas e acadêmicas de comunicação no Brasil. O texto descreve e diagnostica a produção de conhecimento nos principais segmentos da comunicação nacionalmente institucionalizados ou publicamente legitimados nesta primeira década do século XXI.

No terceiro volume, é apresentado o resultado parcial de quatro pesquisas sobre o Estado da Arte no campo da comunicação. O volume traz dados sobre o número de faculdades e cursos de pós-graduação em comunicação no país, com áreas de concentração e crescimento; sobre as profissões existentes na área e as novas habilidades necessárias para uma indústria de conteúdos e serviços digitais; e sobre as indústrias criativas e de conteúdos e os movimentos das empresas em direção ao modelo digital, além de uma comparação com outros países, possibilitando a análise das fragilidades e potencialidades do Brasil.

Veja o conteúdo da obra:

Volume 1 - Colaborações para o debate sobre telecomunicações e
Comunicação

Indústrias criativas e de conteúdo: O dilema brasileiro para a integração do massivo ao popular

Comunicação Digital - diálogos possíveis para a inclusão social

1ª. Parte - Tendências Econômicas
A hora e a vez dos países-baleias

2ª. Parte - Tendências nas Telecomunicações
Neutralidade de redes na internet: democracia ou economia?

Efeitos da convergência sobre a aplicação de políticas públicas para fomento dos serviços de informação e comunicação

Tendências tecnológicas mundiais em telecomunicações

Capacitações científicas do Brasil em telecomunicações

Diferenças de escala no mercado de equipamentos de telecomunicações

Compras governamentais: análise de aspectos da demanda pública por equipamentos de telecomunicações

Balança comercial de equipamentos de telecomunicações

3ª. Parte - Panorama da Comunicação
Aspectos técnicos e econômicos da implantação da TV Digital Interativa como um modelo internacional de inclusão

Estado, Cinema e Indústrias Criativas e de Conteúdos

Comunicações na América Latina: progresso tecnológico, difusão e concentração de capital (1870-2008)

Comunicação institucional do poder público

Números impressionantes e diversidade marcam a mídia dos Brics

Novos desafios ao direito autoral no jornalismo


Volume 2 - Memória das associações científicas e acadêmicas de Comunicação no Brasil

A Emergência do Campo da Comunicação no Brasil

Socicom: associações científicas e acadêmicas em torno do papel estratégico da Comunicação

Antecedentes, desenvolvimento e desafios do campo acadêmico da Comunicação

Intercom: 33 anos de pluralismo, soberania e liberdade

A História da Compós – lógicas e desafios

Antecedentes, tendências e perspectivas da Pós-Graduação em Comunicação

Breve relato sobre a fundação da Socine, seus objetivos e primeiros anos

Pensando a Socine

A História da Forcine

A produção de conhecimento no campo do Jornalismo

SBPJOR: Uma conquista dos pesquisadores em Jornalismo

Fórum Nacional de Professores de Jornalismo- FNPJ

As origens da Semiótica no Brasil

ABES, recriação e percurso de uma associação

Economia Política da Comunicação (EPC)

ULEPICC-Brasil: a institucionalização da EPC brasileira

Evolução e perspectivas do campo acadêmico da Comunicação Organizacional e das Relações Públicas

A História da Associação Brasileira de Pesquisadores de Comunicação
Organizacional e de Relações Públicas (Abrapcorp)

ABCiber – Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura

ALCAR: a história de um “pragmatismo utópico”

História da mídia no Brasil, percurso de uma década

Politicom: o marketing político entre a pesquisa acadêmica e o mercado profissional

Folkcom - Origens da entidade

Folkcomunicação: memória institucional


Volume 3 - Tendências na comunicação

Panorama da Produção de Conhecimento em Comunicação no Brasil

Tendências Ocupacionais e Profissionais

A Digitalização nas Indústrias Criativas e de Conteúdos Digitais

Panorama da Comunicação em 11 países da Comunidade Ibero-Americana

Fonte: Assessoria de Imprensa do Ipea


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais