Brasil

29 de março de 2010 - 13h14

Record denuncia: Globo invade terreno e governo de SP se omite


A reportagem alega que o terreno teria sido anexado indevidamente pela emissora carioca e, agora pretende construir uma Escola Técnica (Etec) no local em parceria com o governo paulista. A matéria foi ao ar no último domingo (28/3).

O espaço, localizado no Brooklin, é avaliado em R$11 milhões. Em reportagem exibida meses atrás, a Record questionou as grades em volta de um terreno público e comenta a construção da Etec como uma tentativa de "mascarar o ato ilegal e a omissão do Estado".

“Sobre os anos de ocupação do terreno, nenhuma palavra. Nenhuma explicação. Nenhum pedido de desculpas, ou seja por trás do que parece ser uma boa notícia está a tentativa da Globo de esconder a ilegalidade”, disse repórter da Record durante a matéria.

Um convênio assinado em 19 de março prevê que a Rede Globo construa o prédio da escola e doe ao governo estadual, que por sua vez se encarrega da seleção de alunos e professores. Ao todo serão 240 vagas para cursos de Multimídia, com duração de três semestres, e Produção de Áudio e Vídeo, com duração de quatro semestres.

Na data da assinatura do convênio, o governador José Serra comemorou a empreitada: “É uma Etec pioneira. São cursos inovadores de dois anos, que terão uma demanda muito grande. Cada aluno deve custar R$ 3,5 mil por ano, uma produtividade altíssima. Ter boa mão de obra qualificada, força de trabalho preparada, é bom pra quem trabalha e para quem emprega”.


Confira a reportagem do Domingo Espetacular:




Procurada pela reportagem do Adnews, a rede Globo emitiu uma nota sobre o assunto.

Confira o pronunciamento da emissora:

A TV Globo se orgulha de financiar a construção de uma escola técnica Estadual no terreno vizinho às suas instalações na Berrini

"A Escola Roberto Marinho, resultado de parceria entre o Centro Paula Souza – autarquia do Governo do Estado de São Paulo que cuidará da gestão - , a TV Globo e a Fundação Roberto Marinho, deve iniciar as atividades em 2011, com cursos técnicos de Multimídia e Produção de Áudio e Vídeo para até 240 estudantes. O projeto foi desenvolvido pensando na sustentabilidade e no meio ambiente: caberá à TV Globo também implementar um projeto de paisagismo no terrenos da Escola.

Em 1999, o DER (Departamento de Estradas de Rodagens), então proprietário do terreno no Brooklin, celebrou com a TV Globo um Termo de Autorização de Uso do imóvel para fins de sua guarda, limpeza e conservação. Quatro anos mais tarde, o DER doou o terreno ao Estado de São Paulo que, como proprietário do terreno, em 2009, destinou-se à instalação de uma Escola Técnica Estadual.

A construção dessa nova escola, com ensino profissionalizante, é um marco para o crescimento do Estado e mais uma oportunidade para o futuro da juventude de São Paulo. A TV Globo, mantendo o seu compromisso com a educação e com São Paulo, faz questão de celebrar esta parceria."

Da redação, com Adnews


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais