América Latina

26 de agosto de 2013 - 14h24

Salário mínimo chileno chega a mil reais


O presidente do Chile, Sebastián Piñera, promulgou, na última sexta-feira (23), a lei que aumenta o salário mínimo para 210 mil pesos chilenos (cerca de mil reais). O presidente tem a aprovação de 37% da população do país. 53% consideram sua gestão como ruim ou péssima, de acordo com pesquisa realizada no começo deste mês.


“Assinar um projeto que reajusta o salário mínimo em 8,8% (nominal) é, sem dúvida, uma fonte de grande satisfação e grande alegria para todos os que querem um Chile maior, mais livre e mais justo”, expressou o mandatário durante o ato, celebrado numa oficina de pneus do bairro santiaguino de Independência.

A lei foi aprovada pelo Senado em 14 de agosto, um dia após sua aprovação na Câmara de Deputados, após vários meses em discussão legislativa.

O salário se mantinha em 193 mil pesos chilenos (aproximadamente R$ 900). O salário mínimo chileno se ajusta todos os anos no mês de julho.

Com informações da Infolatam

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais