Brasil

29 de maio de 2013 - 12h17

Tribalistas lançam música "Joga arroz" para apoiar casamento gay


Para celebrar a regulamentação do casamento igualitário em todo Brasil pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e para fortalecer a luta pela legalização no Congresso Nacional, Marisa Monte, Carlinhos Brown e Arnaldo Antunes voltam a reunir-se, após 10 anos do grande sucesso obtido pelos Tribalistas no Brasil e no exterior, com a música "Joga arroz".


Uma criativa e bem-humorada música sobre as diferentes e justas formas de amar, a música se soma às iniciativas da campanha do casamento civil igualitário iniciada em 2011 pelo deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ), e à qual já aderiram outros grandes nomes da música, da teledramaturgia e da academia brasileira. 

“Agradeço muito aos três artistas - Marisa, Brown e Antunes - pela coragem de colocar seus talentos a serviço das liberdades individuais e dos direitos civis para todas e todos! "Joga arroz", que vai embalar a 17ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, já nasce um sucesso na medida em que celebra a conquista do CNJ e impulsiona a luta para que essa conquista vire lei. Leve-a na ponta língua para todos os lugares em que o amor ouse dizer o nome e não se esqueça da chuva de arroz aos noivos e noivas”, diz Wyllys.

A campanha, iniciada em abril de 2011, tem como objetivo apoiar a aprovação do projeto de lei e da proposta de emenda constitucional que legalize o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, de autoria dos deputados Jean Wyllys e Erika Kokay (PT-DF). Segundo o deputado Wyllys, apesar das decisões do Supremo Tribunal Federal que, em 2011, reconheceu a união estável entre pessoas do mesmo sexo, e do Conselho Nacional de Justiça, que, no início deste mês regularizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o que vai dar força à essas decisões é o Congresso Nacional.

“Na prática, o casamento civil igualitário, a partir da decisão do CNJ, é uma realidade no Brasil. Agora o Congresso precisa votar um projeto de lei que altera do código civil e uma proposta de emenda que altera o artigo 226º da Constituição Federal do Brasil, onde os direitos ao casamento e à união estável estão reconhecidos. Estas duas proposições legislativas darão essa força de lei que precisamos para materializar essa igualdade proclamada na Constituição”, diz Wyllys.

Já aderiram à campanha artistas como Chico Buarque, Caetano Veloso, Marisa Monte, Daniela Mercury, Wagner Moura, Isabella Taviani, Arlette Sales, Mariana Ximenes, Ney Matogrosso, MV Bill, Zélia Duncan, Sandra de Sá, Alexandre Nero, Bebel Gilberto, Mônica Martelli, Rita Benneditto, Serjão Loroza, Luis Miranda, Tuca Andrada, Fafá de Belém e Marcelo Tas, entre muitos/as outros/as, que vestiram a camisa da campanha, assinaram uma declaração de apoio ao casamento civil igualitário.

Além de assinarem ao abaixo-assinado, a maior parte dos ilustres apoiadores participaram de uma série de vídeos que a campanha vem produzindo, tais vídeos podem vistos no canal oficial da campanha no youtube Casamento Igualitario.


Informações da assessoria do deputado Jean Wyllys


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais