Movimentos

13 de maio de 2013 - 10h52

Metalúrgicos reivindicam 14% de reajuste salarial em 2013



Os metalúrgicos de Caxias do Sul aprovaram a pauta de reivindicações do dissídio coletivo deste ano. Por unanimidade, cerca de 300 trabalhadores que participaram da Assembleia, ocorrida no sábado (11), na sede da entidade, decidiram reajuste salarial de 14% e mais 71 cláusulas sociais como redução da jornada de trabalho, transporte subsidiado, vale-cultura, auxílio-creche para crianças de até 5 anos, entre outras.




Assembleia no sábado (11) / Foto: Fabiola Spiandorello


Outro ponto é a elevação do piso da categoria para R$ 1.270. O índice de reajuste é baseado na inflação dos últimos 12 meses e no crescimento registrado pelas empresas no período.

"Os empresários dizem que a qualidade da nossa produção é uma das melhores do Brasil, mas na hora de valorizar o trabalhador, que lhes garante o lucro, eles dizem o contrário. Estamos em um momento diferente do dissídio anterior. A produção está acelerada, as empresas estão contratando. Somos um polo metalmecânico, 60% do PIB[Produto Interno Bruto] de Caxias passa pelas mãos do metalúrgico. Nada mais justo do que termos salários compatíveis com essa responsabilidade”, afirmou Leandro Velho, presidente em exercício do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região.

O presidente licenciado, o deputado federal Assis Melo, destacou que esse é um momento importante para a categoria e somente com união e mobilização conseguiremos obter mais conquistas: “Essa assembleia comprova a mobilização, o interesse e a união dos trabalhadores metalúrgicos que vieram em grande número para debater as nossas reivindicações.”

“Essa é uma luta da categoria e não somente do sindicato. O trabalhador é fundamental para conquistarmos as reivindicações em um dissídio”, salientou Marcelino da Rocha, presidente da Federação Interestadual dos Metalúrgicos e Metalúrgicas do Brasil (Fitmetal ), presente na assembleia.

A pauta de reivindicações será apresentada ao Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico (Simecs), na semana que vem. Na segunda-feira (20), a campanha será apresentada à imprensa, durante café da manhã, no Personal Royal Hotel.

Outras reivindicações dos metalúrgicos são: estabilidade em caso de acidente de trabalho, melhorias no ambiente de trabalho, limitação das horas-extras, equiparação salarial entre homens e mulheres e também nos casos de trabalhadores com a mesma função, auxílio-lanche para estudantes e uma atenção especial na situação dos mensalistas e horistas, que trabalham 5 dias por ano de graça para os patrões.

Com informações do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região
  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR