Mundo

5 de março de 2013 - 16h13

EUA ratificam estratégia subversiva contra a Síria

“Os Estados Unidos mantêm seu apoio à queda do presidente sírio Bashar al Assad”, assegurou nesta terça-feira (5) durante coletiva de imprensa o secretário de Estado John Kerry.


No entanto, destacou a inquietude pela possibilidade de que as armas enviadas para os grupos apoiados do exterior “caiam nas mãos erradas”, em alusão a fundamentalistas islâmicos estrangeiros que participam nos combates contra o governo constitucional sírio. 

“Estamos contra o Hezbollah e o Irã, que apoiam o presidente sírio”, sentenciou Kerry em aparição conjunta com o primeiro-ministro do Catar, príncipe Hamad Bin Jassem bin Jaber al Zani.

Ao ser questionado sobre o paralisado processo de paz palestino-israelense, ele assegurou que Washington “comparte a visão de dois estados vivendo em paz e segurança”, mas evitou referir-se a uma maneira de conseguir esse propósito.

Elogiou a próxima reunião no catar de representantes do talibã e as autoridades afegãs para “uma potencial reconciliação entre as partes do conflito”.

O primeiro-ministro do Catar começou o encontro com a imprensa referindo-se ao processo de paz na Palestina como “morto” e expressou expectativas de que possa ser retomado. Kerry faz uma breve visita ao país e se reunirá com Emir Hamad bin Khalifa al Thani.

Fonte: Prensa Latina 
  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais