Mundo

5 de junho de 2012 - 14h32

Deputados visitam China para estreitar parceria


O deputado Osmar Júnior, presidente do Grupo Parlamentar Brasil-China, integra a comitiva de deputados que está em missão oficial de retribuição à visita do presidente do Parlamento chinês, em 2006. Segundo ele, a visita de cortesia faz parte de um intercâmbio legislativo entre os dois países. "A China é o nosso principal parceiro econômico, portanto, precisamos conhecer melhor um ao outro”, disse o parlamentar.


A programação inclui negociações e visitas a empresas e obras públicas. A programação inclui negociações e visitas a empresas e obras públicas.
A programação, iniciada no dia 31 e deve prosseguir até o próximo dia 10, inclui negociações para a constituição de um intercâmbio parlamentar no âmbito do Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, e visitas a diversas empresas e obras públicas na cidade de Xangai.

A comitiva é presidida pelo deputado Marco Maia (PT-RS), presidente da Câmara; e integrada pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), presidenta da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, além de outros líderes partidários, que estão sendo recepcionados pelo presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular Nacional-APN, Wu Bangguo.

Amizade estreita

Maia ressalta que se trata de “uma viagem de intercâmbio, mas também uma viagem de negociação dos termos da organização dessas ações que deverão ser desenvolvidas pelos parlamentos dos Brics."

Ao receber a comitiva da Câmara, o presidente do Comitê Permanente da Assembleia Popular do Município de Xangai, Luo Zhijun, disse esperar que a visita incentive o intercâmbio entre os legislativos das duas nações: "O Brasil tem muitas experiências que a China tem de aprender. Como os dois países vêm promovendo muitas reformas, esta é uma boa oportunidade para estreitarmos nossa amizade.”

Marco Maia lembrou que, nos últimos anos, vários acordos foram firmados entre as duas nações e que este é um bom momento para conectar os parlamentos dos dois países. "A parceria entre o Brasil e a China certamente impulsionará o desenvolvimento dos dois países", disse.

Principal parceiro

A Frente Parlamentar Brasil-China foi reinstalada no mês de maio, em ato solene, com a presença do embaixador da China no Brasil, Li Jin Zhang. O presidente do grupo, Osmar Júnior, disse que a Frente Parlamentar é uma organização suprapartidária que conta com 200 deputados e visa desenvolver, ainda mais, o intercâmbio entre os dois países amigos.

A China é o maior exportador mundial e o terceiro maior importador. Hoje, é o principal parceiro comercial brasileiro. "A cooperação entre os países tem um futuro muito grande”, disse Osmar. Ele lembra que a China e o Brasil estabeleceram relações diplomáticas há 38 anos, período que a relação bilateral amadureceu e obteve importância estratégica. “Nós queremos aprofundar esta parceria, que é importante para os dos países”, finaliza.

De Brasília,
Márcia Xavier
Com agências
  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR