América Latina

9 de abril de 2012 - 10h04

Chávez anuncia aumento do salário mínimo e retorna a Cuba


Raúl Castro recebeu o presidente Hugo Chávez no aeroporto em Havana/ Foto: AVN

O salário mínimo venezuelano aumentará 32,25% a partir de 1º de maio, o que beneficiará quase quatro milhões de venezuelanos. Com o aumento, a Venezuela terá o maior salário mínimo da América Latina. Somados os rendimentos do bônus alimentação, outro benefício dos trabalhadores, o salário ficará em torno de US$ 700. O salário mínimo do Brasil está em torno de US$ 340.

A vigem a Cuba é realizada três dias depois de Chávez ter retornado à Venezuela, após ter terminado o segundo ciclo do tratamento.

"Já sobre a pista do Aeroporto Internacional Simón Bolívar! Rumo a Havana com a fé posta em Cristo ressuscitado! Viveremos e venceremos!", disse Chávez em mensagens no Twitter pouco antes de decolar na direção de Cuba.

Em uma outra mensagem, o presidente citou a canção Venezuela, do compositor e intérprete Luis Silva, que é natural de Barinas, o mesmo Estado onde Chávez nasceu. "Com tuas paisagens e teus sonhos, irei por esses mundos de Deus. E as recordações de ti ao entardecer me farão mais curto o caminho", escreveu o líder no microblog.

O presidente afirmou que pretende participar dos atos oficiais em memória do décimo aniversário do golpe de Estado que o retirou brevemente do poder, em 11 de abril de 2002, e "à vitória popular do povo venezuelano", que devem ocorrer entre quarta e quinta-feira.

Boatos

No sábado (7), Chávez desmentiu a notícia de que viajaria ao Brasil para se encontrar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo informação divulgada por um jornalista local, Chávez viria ao Brasil a convite de Lula. O ex-presidente teria sugerido ao amigo que transferisse o tratamento contra o câncer para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Da Redação com agências


  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais