Elder Vieira
31/03/2017 5h38

Cultura e luta de classes

Estive por esses dias em Nazaré Paulista, com o pessoal da UJS de São Paulo, numa roda de conversa sobre cultura e comunicação de seu Socializando - momento formativo que eles periodicamente promovem.

Mauricio Pestana
30/03/2017 15h53

Terceirizando Vidas

Nas últimas semanas, os legisladores se debruçaram sobre uma questão histórica e velada: dar legitimidade ao hipócrita sistema excludente de trabalho que nasceu nas senzalas e seus desdobramentos inócuos nas leis abolicionistas no Brasil.

Eduardo Bomfim
30/03/2017 15h36

Defesa da nação

Ao final da Segunda Guerra mundial a humanidade viu-se frente a uma bipolarização global. De um lado um grande campo político, militar, territorial, que se estendia das imensidões da Ásia até grandes regiões da Europa Oriental e Central, sob a liderança da extinta União Soviética.

Luciano Siqueira
30/03/2017 15h33

Voz própria na Babel

Como é próprio de tempos bicudos, reina na sociedade brasileira verdadeira Babel, tamanha a confusão de ideias na apreciação da realidade concreta e na busca de alternativas à crise.

Gaio Doria
29/03/2017 15h44

O mito da ditadura na China

Em recente entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o técnico Felipão foi confrontado com a pergunta de como ele era afetado por viver em um país autoritário e comunista. A resposta de Scolari não poderia ser mais apropriada: “Vive-se lá como em uma democracia.”

Walter Sorrentino
29/03/2017 14h03

Unidade e diversidade num projeto de nação

Em 2003, na Itália, num dos congressos do Partido da Refundação Comunista Bertinotti discursava em favor dos movimentos como estratégia política renovadora: o "movimentismo". Dizia ele que os comunistas levavam “chumbo sobre as asas”. Ao meu lado, um operário maduro comentou com o camarada ao lado: “se ele insiste tanto em movimentos, porque não fala principalmente do movimento dos trabalhadores?” – uma bela ironia.

Fatima Oliveira
29/03/2017 13h58

Angelina Gonçalves, assassinada na luta pelos direitos trabalhistas

Na votação da precarização do trabalho, no dia 22 passado, pelo Projeto de Lei 4.302, a imagem que apareceu em minha mente foi a da operária tecelã gaúcha Angelina Gonçalves, assassinada no dia 1º de maio de 1950, no Rio Grande do Sul, com mais três lideranças operárias – o pedreiro Euclides Pinto, o portuário Honório Alves de Couto e o ferroviário Osvaldino Correia.

Manlio Dinucci
29/03/2017 13h10

Aleixey Navalny, o democrata russo made in USA

Um policial arromba a porta de uma casa com um um porrete, outro entra com a pistola apontada e criva de balas um homem que, ao despertar sobressaltado, agarra um taco de basebol, enquanto outros policiais apontam armas para um menino que já está com as mãos para o alto.

Jandira Feghali
29/03/2017 8h38

CLT rasgada

Em 1951, o estádio de São Januário, na Zona Norte do Rio, nunca se viu tão em polvorosa quanto nos jogos de futebol da cruz de malta. Homens e mulheres tomavam as arquibancadas para ver Getúlio Vargas discursar. Era 1º de maio: “... promovemos hoje as medidas indispensáveis ao bem-estar dos trabalhadores", disse Vargas de uma das tribunas da arena. O Brasil daquela época festejava a CLT sem imaginar que décadas depois a veria rasgada pelo seu próprio Parlamento.

Eron Bezerra
28/03/2017 8h18

Temer Privatiza Aeroportos

O “governo” Temer anunciou com certo alarido a privatização de 4 aeroportos nacionais ao preço de 3,7 bilhões de reais. E a direita “vira lata” ainda ficou eufórica porque todos os aeroportos foram arrematados por empresas estrangeiras, ou seja, um serviço de natureza estratégica passa a ser controlado por alemães, franceses e suiços.