João Guilherme Vargas Netto

Assine você também

Tomada a decisão histórica de realizarmos o 1º de maio unificado, as quase três semanas que nos separam desta data devem ser exaustivamente aproveitadas para levarmos o abaixo assinado unitário contra a deforma previdenciária aos locais de trabalho e garantirmos milhões de assinaturas.

Este é a meu juízo a forma principal de preparação das comemorações do 1º de maio deste ano.
Imaginem, desde já, os milhares de metalúrgicos nas empresas, os milhares de condutores nas garagens, os milhares de comerciários nas lojas e nos shopping centers, os milhares de professores nas escoladas públicas e privadas, os milhares de bancários nas agências, os milhares de funcionários públicos em suas repartições, em suma, os milhões de trabalhadores e de trabalhadoras em seus locais de trabalho motivados pelas direções sindicais e dando seu apoio à campanha contra a deforma previdenciária – e mais que seu apoio, a sua assinatura.
Preparar um ato unificado é relativamente fácil e isto sabemos fazer porque temos as experiências de manifestações anteriores, positivas e negativas. Trata-se resumidamente de garantir as presenças e de organizar o carro de som.

A novidade estrutural do 1º de maio deste ano com as comemorações unificadas é exatamente o fato de que elas, as comemorações, devem encarnar a vontade manifesta de milhões de trabalhadores e trabalhadoras em repúdio à deforma previdenciária do governo e à sua propaganda enganosa.

Com a desinformação que ainda existe sobre o tema a coleta de assinaturas nos locais de trabalho é um momento precioso de ida às bases, de esclarecimento e de informação compartilhada. O abaixo assinado é coletivo, mas cada assinatura individual reforça a compreensão e repercute fortemente na vida familiar de todo o povo.

Nem é preciso, a rigor, novos materiais além dos que já produzimos – o abaixo assinado desde o seu cabeçalho é o próprio material de agitação, de esclarecimento e de mobilização, embora não tenha a menção impressa dos atos do 1º de maio que acontecerão em todo o Brasil; basta um convite oral para as comemorações.

Se assim trabalharmos e com afinco, posso antever a capa do jornal unitário a ser distribuído no dia da comemoração: 1º maio 2019 – 2 milhões de trabalhadores e trabalhadoras repudiam, com sua assinatura, a deforma previdenciária do governo. Assine você também.

* É consultor sindical de diversas entidades de trabalhadores em São Paulo

As opiniões aqui expostas não representam necessariamente a opinião do Portal Vermelho



Publicidade

TEXTOS DESTE +

OUTRAS COLUNAS