As Cartas do Pai por Ivan Cosenza

Decisões injustas do Judiciário

Rio de janeiro, 7 de Agosto de 2018.

Pai,

Semana passada, me perguntaram se você “iria apoiar a quebra de uma decisão do judiciário”.

Confesso que fiquei meio surpreso com a pergunta, pois durante toda a sua vida foi exatamente o que você fez!

Aliás, você não só apoiou, você lutou pela quebra da decisão do judiciário, que legitimou o golpe de 64.

Lutou pela quebra da decisão do judiciário, que legitimou o AI-5.

Lutou pela quebra da decisão do judiciário, que legitimou o fechamento do Congresso.

Lutou pela quebra da decisão do judiciário, que legitimou os mandados de prisão dos meus tios, Betinho, Gildásio, Gilse e Gilseone, por serem contra o Golpe Militar.

Lutou pela quebra da decisão do judiciário, que legitimou a censura que tanto lhe perseguiu, e aos seus colegas do Pasquim…e à tantos outros!

Lutou pela quebra da decisão do judiciário, que legitimou tantas outras barbaridades…

Você era a favor da justiça, coisa que o judiciário normalmente não é, quando se trata de política.
Será que alguém tem alguma dúvida de que lado da história você estaria hoje, pai?

Tenho certeza que continuaria do lado esquerdo da história, sempre a favor da quebra de decisões injustas do judiciário, e a favor da Democracia!

Continuamos aqui, lutando contra qualquer tipo de ditadura, inclusive da do Judiciário!

Um beijo do seu filho

Ivan

* Produtor cultural, presidente do Instituto Henfil, filho e curador da obra de Henfil




Publicidade

TEXTOS DESTE +

OUTRAS COLUNAS