Brasil

12 de setembro de 2017 - 10h37

Nenhum Direito a Menos: Cearenses aderem a Dia Nacional de Mobilização


   
Organizada pelas Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo aliadas às centrais sindicais e representantes das diversas frentes dos movimentos sociais e de partidos políticos, a manifestação terá como bandeiras unificadas a luta para impedir que a reforma trabalhista e a lei da terceirização sejam implantadas, contra o retrocesso nos direitos, contra o desmonte do Estado brasileiro e também para impedir a aprovação da reforma da Previdência no Congresso Nacional.

O dia nacional de luta demarcará a posição do povo brasileiro que, nas ruas, ratificará que não aceita nenhum direito a menos. O recado da classe trabalhadora é de reação, pois o povo não permitirá que votem contra a sua vontade.

Em Fortaleza haverá, ao longo do dia, diversas atividades, com panfletagem em terminais de ônibus, debates, além do ato público, que reunirá os manifestantes na Praça da Bandeira, e percorrerá as ruas do Centro, uma das regiões de maior concentração popular da capital. A concentração será a partir das 16h, de onde seguirá em caminhada até a Avenida 13 de Maio, com paradas no IFCE e na Reitoria da UFC.

Programação

6h - Panfletagem no Terminal do Siqueira.
9h - Debate "A UECE no contexto de desmonte do serviço público", no Auditório Central da UECE - Itaperi.
13h30 - Debate "Dívida Pública e seus impactos: Funpresp e Ciência e Tecnologia", na Faculdade de Economia da UFC.
16h - Ato público - Concentração na Praça da Bandeira. Caminhada passa pelo IFCE e segue para a Reitoria da UFC.
19h - Debate na Praça da Gentilândia - Plataforma "Vamos".

Serviço

Ato público - Dia Nacional de Mobilização #NenhumDireitoaMenos

Data: Quinta-feira (14/09)
Concentração a partir das 16h, na Praça da Bandeira, com caminhada até o IFCE e a Reitoria da UFC.
 


De Fortaleza,
Carolina Campos

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais