América Latina

18 de dezembro de 2017 - 1h44

Piñera derrota Guillier e é eleito presidente do Chile


EFE
   
Guiller parabenizou Piñera pelo resultado. "Temos que elevar nosso ânimo e sair para defender as reformas em que acreditamos", disse. "Temos que trabalhar para renovar nossas lideranças e nossas reformas de ação política. Creio que podemos nos sentir orgulhosos de nossas propostas, mas sofremos uma derrota dura, e são nas derrotas duras que aprendemos mais", completou.

Ao lado de Guiller, que foi até o hotel onde estava seu adversário, Piñera agradeceu a visita do rival e disse que o Chile "necessita de mais acordos do que de enfrentamentos, de diálogo e colaboração porque dessa forma os países progridem com bases sólidas".

Bachelet também cumprimentou o vencedor, Telefonou para parabenizar Piñera. "Queria ligar para parabenizá-lo e desejar-lhe uma muito boa gestão no seu mandato, porque você e eu queremos para o nosso país o melhor para todos", disse a presidente, que cumprirá uma tradição republicana, e irá tomar o café da manhã na residência do vencedor das eleições.

Piñera governou o Chile de 2010 a 2014. Ele é a terceira pessoa mais rica do Chile, segundo a revista Forbes. Sua campanha foi baseada na promessa de retomar o crescimento econômico e reduzir o tamanho do Estado.

Para governar, no entanto, vai precisar formar alianças com outras forças políticas já que o Parlamento eleito em novembro ficou muito fragmentado e o seu governo não detém a maioria.


Com informações de agências

  • VOLTAR
  • IMPRIMIR
  • ENCAMINHAR

Últimas Mais